Notícias » Educação

 

Últimas notícias

  • 23/3 9:28 - Estado, Fundação Banco do Brasil e BNDES vão investir R$ 20 milhões na bacia do Rio Doce

    Continuar lendo
  • 23/3 9:19 - Corregedoria regulamenta sistema eletrônico de registro em cartórios

    Continuar lendo
  • 23/3 9:11 - STJ dá 72 horas para novo ministro da Justiça explicar fala sobre PF

    Continuar lendo
  • 23/3 9:08 - Aneel aprova alta na conta de luz para cidades do interior de SP, MG e PR

    Continuar lendo
  • 23/3 8:58 - Senado aprova projeto que libera uso e fabricação da 'pílula do câncer'

    Continuar lendo
  • 23/3 8:49 - Prouni abre nesta quarta inscrições para bolsas remanescentes

    Continuar lendo
  • 23/3 7:46 - STF abre mais dois, e inquéritos para investigar Renan chegam a nove

    Continuar lendo
  • 23/3 7:39 - Senadores governistas querem punir Moro no Conselho Nacional de Justiça

    Continuar lendo
  • 23/3 7:37 - Entenda a disputa jurídica sobre a nomeação de Lula para a Casa Civil

    Continuar lendo
  • 23/3 7:28 - Grupo Odebrecht diz em nota que pretende colaborar com a Lava Jato

    Continuar lendo

Pesquisa revela que 16 milhões de meninas nunca irão à escola

Sexta-feira, 4 de Março de 2016 às 9:47

16 milhões de meninas entre 6 e 11 anos nunca irão à escola, de acordo com levantamento da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O número é duas vezes maior que o de meninos.

Entre eles, no mundo, 8 milhões nunca frequentarão as salas de aula.

Os números estão no Atlas de Desigualdade de Gênero na Educação, disponível na internet, divulgado pela Unesco em razão do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março.

De acordo com a Unesco, as meninas são as primeiras a ter negado o direito à educação.

A desigualdade segue principalmente nos Estados Árabes, na África Subsaariana e na Ásia Meridional e Ocidental.

O Brasil aparece no Atlas como um país sem dados estatísticos específicos sobre gênero na educação básica. 

 Anualmente, o instituto faz um levantamento do número de crianças fora da escola e calcula as probabilidades futuras de terem acesso às salas de aula, caso as circunstâncias atuais sejam mantidas.

As projeções podem variar ano a ano.

 

 

Com informações da Agência Brasil, reportagem Marcela Coelho – Agência do Rádio – 03/03/2016 – 18h34

© Rádio Cataguases - A emoção do povo
BRLOGIC